Blog Tecnológico

Power Apps: Aplicativo de Tela, Aplicativo baseado em Modelo e Portais

Juan de Sousa Rodrigues • 28 fev 2022 • Microsoft Power Apps

Power Apps: Aplicativo de Tela, Aplicativo baseado em Modelo e Portais

Nesse artigo veremos as diferenças e características de Aplicativos de Tela, Aplicativo baseado em Modelo e Portais.

Aplicativo de Tela

Ao iniciar a criação de aplicativos com o Power Apps temos a opção de começar por um aplicativo de tela em branco com uma interface altamente personalizável e com conexões com fontes de dados, assim você pode criar aplicativos de tela para aplicativos Web, para smartphones e tablets. Esse tipo de aplicativo oferece flexibilidade ao criador para desenvolver a interface do usuário como desejar. Alguns dos exemplos de ferramentas de onde podemos começar a partir dos dados são: sharepoint, um painel do Power BI, Excel ou Dataverse.

Ao criar um aplicativo utilizamos expressões parecidas com às do Excel para especificar a lógica e trabalhar com os dados podendo utilizar fontes de dados da Microsoft e de terceiros. Depois de finalizado o aplicativo pode ser compartilhado e utilizado pelos usuários em qualquer plataforma como citado anteriormente. O Foco do aplicativo de tela é a sua alta personalização e liberdade fornecida ao desenvolvedor na hora de criar e editar o aplicativo.

Aplicativo Baseado em Modelo (Aplicativo Baseado no Dataverse)


Tem uma abordagem com foco em componentes. O Tipo de design desse aplicativo não exige que o desenvolvedor tenha uma experiência prévia com código e os aplicativos criados dessa maneira podem ser simples ou mais robustos. Nos aplicativos baseados em modelo o layout é determinado conforme são adicionados os componentes no aplicativo diferentemente dos aplicativos de tela onde o desenvolvedor tem total controle sobre o layout. Os benefícios de criar um aplicativo baseado em modelo são: O aplicativo pode ser distribuído como uma solução, Recursos sofisticados de projeto, criar aplicativos responsivos complexos com uma interface do usuário semelhante em vários dispositivos, incluindo desktop e móvel, Ambientes de design sofisticados sem código e com foco nos componentes. Existem três etapas principais envolvidas na criação desse tipo de aplicativo: Modelar dados corporativos, definir processos empresariais e criar o aplicativo.

Para modelar os dados corporativos é preciso determinar os dados necessários e como eles vão se relacionar com outros dados. O design controlado por modelo usa uma arquitetura orientada a metadados para que os designers possam personalizar o aplicativo sem escrever código. Definir processos empresariais consistentes é essencial para ajudara a garantir que os usuários se concentrem em seu trabalho e não em lembrar de realizar um conjunto de etapas manuais. Esses processos podem ser simples ou complexos e são alterados frequentemente ao longo do tempo.

Portais

Os portais são sites externos que permitem que os usuários fora de sua organização entrem em uma ampla variedade de entidades, criem e exibam dados no Dataverse, além de poder navegar de maneira anônima. Os sites podem ser personalizados com páginas, Layout, conteúdo e os designs de páginas podem ser utilizados por meio de modelos. É possível também adicionar formulários e visualizações para exibir dados-chave do Dataverse e publicar para os usuários.

Gostou deste conteúdo?




 

 

Juan de Sousa Rodrigues

Juan de Sousa Rodrigues

Acadêmico de bacharelado em Engenharia Elétrica na Universidade Federal do Piauí. Possui conhecimentos em Python para Data Science, AUTOCAD, MATLAB, Microsoft Office, Photoshop, Illustrator, Linguagem C, Power BI e Power Apps além de certificação de Eletricista Residencial e Predial com NR10 (Segurança do Trabalho em eletricidade).

Prvacidade e Proteção de Dados | ENG DTP & Multimídia

ENG DTP & Multimídia - Logo

 

 

ENVIE SEU CONTATO e SEUS COMENTÁRIOS

ENG DTP & Multimídia

ENG DTP & Multimídia. Todos os direitos reservados.
Nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.